Buscar

Antártica: Continente Austral



A Antártica é conhecida como o último continente, o continente mais austral do mundo (Austral = proveniente do grego (Auster) significa Sul) onde vivem pinguins e focas e que não tem conexão terrestre com nenhuma outra parte da Terra.

Os ventos que circundam a Antártica são fortes e como o Oceano Austral que rodeia o continente não possui barreiras físicas, se formam ondas gigantes, transformando o oceano antártico no mais tempestuoso da Terra.

Em algumas das vezes que fui para a Antártica, navegamos em ondas de 8 metros, que até marinheiros passam mal. Para enfrentar esse marzão, a melhor posição é na horizontal, depois de ter tomado um dramim.

Esses ventos que se formam ao redor da Antártica influenciam a circulação dos ventos de toda a Terra. Nós aqui do Brasil sentimos esses ventos diretamente, as chamadas frentes frias. Sentimos porque a América do Sul é o continente mais perto da Antártica. Você sabia que Santa Catarina e Rio Grande do Sul estão mais próximos da Antártica do que do Norte da Amazônia?

Além do ar, os oceanos também se conectam através das correntes marítimas. No oceano, existem diversas delas. Imagina várias ruas e avenidas, com seus tamanhos e direções. Pois assim são as correntes, cada uma com sua característica de direção, velocidade, temperatura, salinidade, se movimentando pelo planeta.Porque essas correntes são rotas e ajudam os animais que migram longas distâncias. É por isso que podemos encontrar as mesmas Baleias Jubarte que se alimentam na Antártica, se reproduzindo em Abrolhos na Bahia.

Para nós humanos, essas correntes são importantes porque são responsáveis pela troca de calor entre os oceanos, ajudando a manter o planeta com uma temperatura habitável. Por isso a Antártica é conhecida como o refrigerador da Terra.

Para que essas correntes se movimentem é preciso que se formem, por exemplo, correntes frias na Antártica e correntes quentes no Equador. Conectando todo o planeta por ar e mar. Então como a gente viu, a Antártica não está tão longe de nós e as alterações que acontecem lá, podem influenciar todo o planeta.

E o que fazemos aqui no Brasil também vai afetar a Antártica? Sim! O plástico que jogamos no lixo vai pelos oceanos e chega até lá.

Nós aqui do Brasil influenciamos o aquecimento da Antártica através do desmatamento, das queimadas, do uso de tantos carros no trânsito. Isso tudo aumenta o gás carbônico na atmosfera, deixando o planeta Terra mais quente. Se o ar está mais quente, a circulação dos ventos se modifica e ajuda a derreter mais o gelo do Oceano Austral, modificando as correntes marítimas. Ocorrendo as mudanças climáticas.

Não é legal saber como tudo está conectado e que podemos ajudar a preservar? Então continuem curiosos e até o próximo post!

Quer saber mais sobre o continente gelado? Confira nossos vídeos no canal: http://youtube.com/gelonabagagem




#antartica #ciênciaantártica #meioambiente #educaçãoambiental #continenteaustral #oceanoaustral

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram

© 2020 - Todos os direitos reservados | Gelo na bagagem